Cadastre-se
HOME
MODELO
SUPORTE
NOTÍCIAS
EMPRESA
CONTATO
 
CONTROLE
AÇÃO
PLANEJAMENTO
EXECUÇÃO
 
Ciclo CAPD  >  EXECUÇÃO  >  D2  Sensibilização
 

Como os processos nas organizações são executados por pessoas com o auxílio de recursos, a qualquer alteração dos procedimentos de execução as pessoas envolvidas deverão ser sensibilizadas antes do treinamento efetivo.

Nem todas as pessoas envolvidas participam da estruturação das ocorrências, identificação dos problemas, de suas causas, da análise do processo, da geração e seleção de idéias e da elaboração do plano de ação, por várias razões, seja pelo conhecimento da área envolvida por tempo de serviço no local, e até pelo conhecimento na aplicação das ferramentas de qualidade.

Esta etapa é considerada a mais importante em relação a D1 e D3.

O entendimento pelas pessoas que executam diretamente o processo em questão, das suas alterações e das razões que levaram a alteração proposta a ser executada, é de fundamental importância para não existir resistências e até pelo simples fato de que eles executarão as atividades com as alterações.

A atenção é importante na execução das atividades alteradas, pois qualquer situação fora do previsto deve ser relatada pelas pessoas que participam para o registro e acompanhamento em D4.

Atenção especial deve ser dada ao tipo de melhoramento (ver P3) identificado, se contínuo e ou revolucionário. E, mesmo dentro de cada tipo, o seu grau ou profundidade de alteração.

Por exemplo, no melhoramento em função da ilustração 1 em P3, estão exemplificados os requisitos e as suas implicações consideradas extremas, no sentido de tipificar as diferenças entre os dois tipos de melhoramento.

Na aplicação real, porém, é altamente interessante verificar o grau de implicação, para ser bem explorado na sensibilização e na etapa seguinte, o treinamento (ver D3).

 

COPYRIGHT © 2007 Processo Consultoria Ltda.
web design MARCOS CARLSON
PROCESSO Consultoria